TurismoPolitica

Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas

Em outra pisada de bola do Capitão Bolsonaro em relação ao turismo, fazendo referência a uma esperada redução de custos oriundos da proposta da MP 877.

Em outra pisada de bola do Capitão Bolsonaro em relação ao turismo, fazendo referência a uma esperada redução de custos oriundos da proposta da MP 877. Nela notasse uma afirmação que merece reparo. “As agências de viagens seriam responsáveis pelo custo de R$ 15 milhões pela compra de passagens aéreas nacionais e que, com a implementação da compra direta, esse custo seria debelado”. A ABRACORP Enviou manifestação à Presidência, primeiramente discordando dessa afirmação e solicitando um canal de comunicação para entender e discutir, com o Governo, tais decisões. Questionamos o porquê de as agências de viagens estarem sendo excluídas do processo, como se o Governo não tivesse qualquer custo administrativo e operacional para gerir essas compras. Dentro do ambiente pregado pelo Governo, da transparência, esperamos essa abertura.

Leia ainda:

Presidente Jair Bolsonaro detona com o turismo nacional

Jefferson Severino

Jeff Severino, lageano, jornalista diplomado - SC-01571-JP, pela - INISUL - Campus Pedra Branca - SC, profissional por sacerdócio e devoção, além de fotógrafo por paixão (passarela, eventos, mulheres, natureza). Especialista em turismo/gastronomia/hotelaria/destinos turísticos. Eterno viajante. Assessor de Imprensa da Associação Brasileira de Agentes de Viagens-SC. Articulista/colunista/editor/redator/fotógrafo, de jornais e revistas e sites nacionais e internacionais. 48- 9 9163-7172 - TIM - WhatsApp - Florianópolis - SC

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar