Politica

Cada vez mais médicos migram vínculo empregatício

Movimento dos profissionais para essa modalidade de trabalho

Cada vez mais médicos migram vínculo empregatício.

A crise no sistema de saúde provocada pelo coronavírus é algo extremamente novo para todos, inclusive para os profissionais da área que, por conta da situação, passam a realizar uma mudança de hábito e até mesmo de vínculo empregatício. Desde o início da pandemia, muitos profissionais da saúde optaram por fazer parte de cooperativas que atuam na área para que sejam facilmente alocados com menor burocracia.

Izabeli Lopes, vice-diretora da Solidare, cooperativa que atua na área da saúde, explica que há muitos benefícios para os médicos que escolhem um caminho diferente da Pessoa Jurídica (maneira mais comum de contratação no setor). “Trabalhar por meio de uma cooperativa faz com que o profissional deixe de se preocupar com burocracias, taxas e responsabilidades impostas pela abertura de uma empresa e passe a exercer sua profissão com maior liberdade e tranquilidade”, relata.

Outros vínculos

Trata-se, de forma geral, de oferecer aos trabalhadores ainda mais flexibilidade para escolher por esse e também outros vínculos, além da vantagem de contar com uma boa remuneração, uma vez que não há qualquer desconto como acontece com a  CLT, e o pagamento é baseado em produtividade. Outro fator importante é que nesse caso, não há recolhimento de tributos ou despesas administrativas relacionadas a empresas, como contadores.

O trabalho das cooperativas é excelente tanto para os profissionais da saúde, como também as empresas que contratam esses serviços. Nesse momento, há uma grande demanda dos serviços médicos e de toda a equipe funcional de clínicas e hospitais. Bem como, a diretora destaca que a contratação de cooperativas é uma via de duas mãos. “Por um lado, trabalhamos para melhorar condições de trabalho de cooperados, atuando diretamente em negociações salariais que beneficiam ambos os lados. Em outras palavras, conseguimos fazer com que a empresa reduza custos e aumente o quadro de funcionários”, Izabeli conta.

O cooperativismo

Uma das questões que envolvem o cooperativismo é que contratações podem ser vinculadas a setores públicos e privados e, portanto, esses profissionais podem ser alocados em ambos, a depender do contrato. Isso significa que o governo também pode optar por essas facilidades sem se preocupar com greves ou qualquer tipo de situação que impeça o trabalho.

“A realidade hoje está direcionando para que as cooperativas sejam a melhor saída na contratação de serviços da saúde pois vai de encontro a tudo que se busca para melhor oferta desses serviços que é a economia, capacitação permanente da mão de obra ofertada e desburocratização na contratação”, a diretora finaliza.

Em primeiro lugar, saiba sobre a Solidare

A cooperativa, da área da saúde, atua no desenvolvimento do trabalho com benefício comum entre cooperados. Promove também o incremento econômico e social, cultivando parcerias, sempre com responsabilidade e valorizando as pessoas. Ao mesmo tempo, entrega aos contratantes soluções inovadoras no atendimento aos clientes e pacientes.

Cada vez mais médicos migram vínculo empregatício
Profissionais da Saúde – Fotos: Divulgação / Arquivo Pessoal

A parceria com o  Instituto Paulista Educacional Social de Projetos e  Pesquisas- IPESPP, organização que há mais de 18 anos atua com programas e projetos de capacitação e treinamento com foco no desenvolvimento profissional, permite a Solidare apresentar uma equipe  qualificada, principalmente no que diz respeito a cultura da humanização em Hospitais Públicos e Privados, o que evita rotatividade do profissional. Para mais informações, acesse

Siga a Solidare: Facebook

Cada vez mais médicos migram vínculo empregatício
Chef Rodolfo Bracali – E-book Assessoria Gastronômica – Foto Divulgação

Siga o Chef Rodolfo Bracali no Instagram: @chefrodolfo.bracali

Whats.Link: Rodolfo Bracali

Hashtag do Chef:  #chefrodolfobracali   #RodolfoBracali   #marketingdeconteudo

Fotos: Divulgação / Arquivo Pessoal

Fonte: Carolina Lara
Assessoria de Imprensa

Empresa comemora o Dia Nacional do Café. Café Santa Monica investe para dobrar a produção

Etiquetas

Rodolfo Bracali

Rodolfo Bracali , Chef Argentino e Assessor Gastronômico , Marketing de Conteúdos, Jornalista no portal egonoticias.com - Atualmente Mora em Belo Horizonte Minas Gerais. Tudo isso você pode acompanhar nos meus espaços na Web. CONTATO: WhatsApp +55 31- 99885-9387 - e-mail: rcb539@gmail.com site: https://chefrodolfobracali.com.br/ -

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar