Arte e Cultura

Festival cinematográfico LGBTI+ de Santa Catarina acontece em Florianópolis

Cinema que transforma 30 curtas-metragens e 3 filmes, com entrada gratuita

Metamorfosear, converter, transmutar, mudar! Tais sinônimos cabem perfeitamente na proposta da Transforma – Festival de Cinema da Diversidade de Santa Catarina, que em 2019 chega à sua segunda edição, apresentando produções audiovisuais com a temática LGBTI+ e que privilegia a discussão de temas relacionados a diversidade sexual e de gênero. A programação é gratuita, com classificação indicativa diversa.

O festival abre oficialmente sua programação no próximo dia 15 de maio, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, com coffe break de abertura, estendendo-se até o dia 17, com a exibição da mostra competitiva e paralela, sessões de longas-metragens, rodas de conversa e premiação.  Intervenções urbanas e happy hours também integram o roteiro de atrações, acontecendo em espaços simpatizantes no centro da capital.

Para finalizar, no dia 18, a Transforma abraça o Centro Histórico, com projeções de curtas experimentais. “Diretores, atrizes e atores, produtores culturais e artistas de diversos segmentos estarão aqui realizando um importante intercâmbio cultural. Com uma gama diversa de temáticas, o festival é o primeiro do Estado com temática de gênero e sexualidade, fomentando, emancipando e  potencializando trabalhos de diferentes regiões do país, afirma Arthur Gomes, integrante da equipe organizadora da Transforma.

 Filmes em cartaz

Para a mostra competitiva deste ano, a curadoria da Transforma selecionou curtas-metragens, entre ficção e documentários, dos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Ceará, Paraná, Rio Grande do Norte, Bahia, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Paraíba. O roteiro de atrações contará também com mostras paralelas, além da exibição de longas-metragens de grande repercussão nacional, como Divinas Divas, Bixa Travesty e Tinta Bruta. Pautamos pela pluralidade de temáticas dentro do escopo de discussão de gênero e sexualidade e de Cultura LGBTI+, e também pela regionalidade das obras, de modo a abarcar o maior número possível de temáticas e de regiões do país, com a finalidade de romper os estereótipos que são construídos, muitas vezes de forma equivocada, sobre a comunidade”, reitera Thomas Dadam, um dos curadores do festival.

O público escolhe

Após o encerramento de cada sessão da mostra competitiva, o espectador receberá uma cédula de votação para escolher seus filmes favoritos. O anúncio dos vencedores acontece no encerramento do festival, no dia 18 de maio.

Ação conjunta

A Transforma é realizada e produzida pela Associação de Direitos Humanos com enfoque em Sexualidade (ADEH) e pela BAPHO Cultural, produtora independente LGBTI+, e conta com os apoios do Cineclube Cinema Unisul, do curso de cinema e da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS), da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e do Governo do Estados de Santa Catarina. “A parceria entre a BAPHO Cultural e a ADEH foi fundamental para a promoção do evento, chamando a atenção de diversos núcleos culturais da Espanha, Estados Unidos, França, Portugal e dos Estados Unidos”, conclui Arthur.

PROGRAMAÇÃO

Quarta-feira, 15 de Maio de 2019:

16h – CAFÉ DA ADEH – Hall do Cinema do Centro Integrado de Cultura

18h – Abertura Oficial da 2ª Transforma com Pocket Show de Renata Moraes – Cinema do Centro Integrado de Cultura

19h – MOSTRA COMPETITIVA (Sessão 1) – Cinema do Centro Integrado de Cultura
▪SELMA DEPOIS DA CHUVA. Dir: Loli Menezes. Ficção, 12 min. Santa Catarina, 2019.
▪A SOMBRA INTERIOR. Dir. Diego Tafarel. Ficção, 16 min. Rio Grande do Sul
▪CAMPO MINADO. Dir. Jessica Teleze. Ficção, 15 min. São Paulo
▪LONGE. Dir. Mariana Stolze. Ficção, 7 min. São Paulo
▪AQUELES DOIS. Dir. Emerson Maranhão. Documentário, 15 min. Ceará
▪LUZ DA NOITE. Dir. Jal Viera e Manu Zilveti. Documentário, 4 min. São Paulo
▪MEGG – A MARGEM QUE MIGRA PRO CENTRO. Dir. Larissa Nepomuceno Moreira e Eduardo Sanches. Documentário, 15 min. Paraná

21h – MOSTRA DE LONGAS – Cinema do Centro Integrado de Cultura
▪BIXA TRAVESTY. De Claudia Priscilla e Kiko Goifman. Documentário, 75 min. Brasil, 2018.
Classificação Indicativa: 14 anos.

23h – HAPPY HOUR
La Kahlo Bodega (Av. Hercílio Luz, 633. Centro – Florianópolis)

00h – HAPPY HOUR
▪Madalena Bar (Rua Victor Meirelles, 230. Centro – Florianópolis)

Quinta-Feira, 16 de Maio de 2019:

15h – RODA DE CONVERSA: Panorama da Produção Cinematográfica Brasileira Contemporânea e a Situação da ANCINE – Cinema do CIC – Centro Integrado de Cultura
▪Debatedora convidada: Cíntia Domit Bittar

17h – MOSTRA PARALELA – MOSTRA QUEERANÇA: CORPOS DISSIDENTES NA INFÂNCIA – Cinema do Centro Integrado de Cultura
▪CRAVO, LÍRIO E ROSA. Dir. Maju de Paiva. Ficção, 20 min. Rio de Janeiro
▪BICHA-BOMBA. Dir. Renan de Cillo. Documentário, 7 min. Paraná
▪ENTRE OS OMBROS. Dir. Carolina Castilho. Ficção, 19 min. São Paulo
▪A BICICLETA. Dir. Milena Ribeiro. Ficção, 12 min. Goiás
▪FÁBRICA DE RANCORES (OS VERSÍCULOS DO ÓDIO). Dir. Le Gozze Batista Terreiro. Ficção, 6 min. Distrito Federal

▪Debatedor convidado: Nando Nascimento
▪Mediação: Arthur Gomes

19h – MOSTRA COMPETITIVA (Sessão 2) – Cinema do Centro Integrado de Cultura
▪DIAMANTE, O BAILARINA. Dir. Pedro Jorge. Ficção, 22 min. São Paulo
▪CUSCUZ PEITINHO. Dir. Rodrigo Sena e Julio Castro. Ficção, 20 min. Rio Grande do Norte
▪O SORRISO DE FELÍCIA. Dir. Klaus Hastenreiter. Ficção, 17 min. Bahia
▪PEIXE. Dir. Yasmin Guimarães. Ficção, 17 min. Minas Gerais
▪A CIDADE DAS MENINAS. Dir. Paola Favaro. Documentário, 20 min. São Paulo
▪SOL. Dir. Higor Mourão. Documentário, 10 min. São Paulo
▪HÉTERO. Dir. Adriano Gomes. Ficção, 2 min.

21h – MOSTRA DE LONGAS – Cinema do Centro Integrado de Cultura
▪TINTA BRUTA. De Filipe Matzembacher e Marcio Reolon. Ficção, 113 min. Brasil, 2018.
Classificação indicativa: 18 anos

23h – HAPPY HOUR
▪La Kahlo Bodega (Av. Hercílio Luz, 633. Centro – Florianópolis)

00h – HAPPY HOUR
▪Madalena Bar (Rua Victor Meirelles, 230. Centro – Florianópolis)

Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019

15h – RODA DE CONVERSA: Cinema LGBTI+ e Cinema Queer – Cinema do Centro Integrado de Cultura
▪Debatedorxs convidadxs: Fernanda Schneider, Lourdes Martínez, Marcio Markendorf, Ramayana Lira.

17h – MOSTRA PARALELA – MOSTRA 44 – Cinema do Centro Integrado de Cultura | Curadoria de Leticia Marques
▪TAMAGOTCHI. Dir. Fernanda Reis. Ficção, 20 min. Rio Grande do Sul
▪FRAGMENTOS. Dir. Karen Antunes, Nyandra Fernandes e Viviane Laprovita. Ficção, 6 min. Rio de Janeiro
▪ABRAÇOS, ALINE. Dir. Manu Zilveti. Ficção, 5 min. Rio Grande do Sul
▪ENCONTRE-ME LÁ. Dir. Caio Alvarenga, Ricardo Estevam e Catarina Almeida. Ficção, 12 min. Rio de Janeiro
▪O QUE CONTAM AS COMPOSITORAS. Dir. Alexandra Martins Costa. Documentário, 10 min. Bahia

▪Debatedora convidada: Guilhermina Cunha
▪Mediação: Arthur Gomes

19h – MOSTRA COMPETITIVA (Sessão 3) – Cinema do Centro Integrado de Cultura
▪CASULO. Dir. Rafael Aguiar. Ficção, 15 min. Minas Gerais
▪OMMY BRILHO. Dir. Sávio Fernandes. Ficção, 18 min. Ceará
▪OS HERDEIROS. Dir. Adriel Nizer Silva. Ficção, 19 min. Paraná
▪KING ON, BRASIL! Dir. Luiza Folegatti. Documentário, 15 min.
▪DRAGNOSTRA. Dir. P. V. Vidotti. Ficção, 13 min. Mato Grosso
▪DE VEZ EM QUANDO, QUANDO EU MORRO, EU CHORO. Dir. R.B. Lima. Ficção, 17 min. Paraíba

21h – MOSTRA DE LONGAS – Cinema do Centro Integrado de Cultura
▪DIVINAS DIVAS. De Leandra Leal. Documentário, 110 min. Rio de Janeiro, 2016.
Classificação Indicativa: 14 anos.

23h – HAPPY HOUR
▪La Kahlo Bodega (Av. Hercílio Luz, 633. Centro – Florianópolis)

00h – HAPPY HOUR
▪Madalena Bar (Rua Victor Meirelles, 230. Centro – Florianópolis)

Sábado, 18 de Maio de 2019

18h – PROJEÇÃO DE CURTAS-METRAGENS EXPERIMENTAIS – Centro Histórico de Florianópolis (La Kahlo Bodega e Ateliê 389)

evento
Foto Divulgação
evento
Foto Divulgação
evento
Foto Divulgação
evento
Foto Divulgação
evento
Foto Divulgação
evento
Foto Divulgação

 

Leia Mais: Feira do Livro de Joinville abre espaço para falar da violência contra a mulher

Rosilene Bejarano

Rosilene Bejarano,nascida em Corumba Ms Digital Influencer, blogueira revista eletrônica Coisas Do Sul, assino para as revistas Egonoticias de Balneário Camboriú, Top Society de Lages, Lithoral News de Itajaí. Palestrante com o tema (Estrutura familiar e mulheres na politica) recebi o titulo de Embaixadora da Paz em 2018, atualmente resido em Joinville Santa Catarina, cursando marketing digital,formada em Hotelaria e excelência em atendimento, sou a Vice presidente da Abramecom (Associação Brasileira de Colunistas Sociais e de Mídia Eletrônica) Recebi o premio internacional de imprensa empreendedora Dr Rey 2017. Premio destaque de Mídia Eletrônica SC da Revista Lithoral News, Premio destaque imprensa revelação SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Você é a notícia, nós publicamos!
Envie-nos uma proposta comercial.
Powered by
Fechar
Fechar