Bebidas

Como evitar contaminação na produção da cerveja

Especialista explica quais cuidados tomar ao produzir cerveja de modo artesanal e em casa.

Como evitar contaminação na produção da cerveja artesanal.

Visto as recentes notícias sobre a contaminação de diversas marcas de cervejas, os especialistas da Biertek prepararam um texto onde passam algumas dicas de como evitar contaminações em produções caseiras e artesanais, como em micro cervejarias, que são tão comuns em nosso país.

O Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja artesanal do mundo.

Para se ter uma ideia, o Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja artesanal do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e da China, segundo dados da Abra cerva.

Existem cerca de 800 cervejarias artesanais espalhadas por diversas regiões brasileiras, número que aumenta 25% ao ano. No final de 2019, a Biertek inovou e lançou um fermentador que evita contaminações.

4 cuidados necessários para evitar contaminação na produção da cerveja artesanal

Como evitar contaminação na produção da cerveja artesanal
Uso de fermentador com um bom isolamento é fundamental – Foto Divulgação

Especialista explica quais cuidados tomar ao produzir cerveja de modo artesanal e em casa.

A arte de brasar cerveja tem se difundido entre os brasileiros. Do mesmo modo, com a facilidade de acesso na compra de kits de produção de cerveja e matéria prima de boa qualidade, mais e mais pessoas estão produzindo sua própria cerveja em casa.

Porém alguns cuidados são extremamente necessários para que se produza uma cerveja de qualidade para o consumo e livre de contaminação.

A princípio, quem passa as dicas é o paranaense Fausto de Miranda, sócio-diretor da Biertek, fabricante do Izzy Beer: um fermentador para produção caseiras de bebidas fermentadas que evita contaminações.

01. O primeiro passo é manter o ambiente e os equipamentos limpos e higienizados. Qualquer interferência externa pode contaminar a cerveja já no início da produção, causando desde um sabor diferente ou um produto que fará mal a quem consumir. Ao final de cada produção, garanta que tudo foi limpo com extremo cuidado.

02. Outro ponto importante é minimizar o contato da cerveja com o oxigênio. Isso evita a oxidação da cerveja, processo que interfere no sabor, tempo de validade do produto e pode ser um meio de cultivo para bactérias.

03. Para que esse contato seja evitado, é necessário o uso de um bom fermentador. Sob o mesmo ponto de vista, um que mantenha a cerveja isolada do ambiente externo durante todas as etapas de sua produção é primordial.

O Izzy Beer, por exemplo: possui uma tampa com conexões que permitem manuseio da bebida durante o processo de fermentação sem a sua abertura total, evitando contaminações.

Posteriormente, estas conexões são destinadas à introdução de gás CO2, de sonda termométrica para controle de temperatura e volume, e válvula para a retirada da bebida sem contato com os resíduos que comumente se formam no fundo do fermentador.

Além disso, “O ideal é que o produtor produza e envase sua cerveja com contato quase nulo com o oxigênio” diz Fausto.

04. Todo o cuidado é necessário ao brasar cerveja de maneira artesanal e caseira. Afinal, muito pior do que estragar o sabor de sua cerveja, um produto contaminado pode trazer sérios danos à saúde.

Por isso, procure sempre produtos certificados e de qualidade comprovada e siga todos os procedimentos  para que sua cerveja tenha uma ótima qualidade.

Como evitar contaminação na produção da cerveja artesanal
Roni Antunes e Fausto Miranda – Cerveja Artesanal – Foto Divulga;áo
SOBRE A BIERTEK:

Com sede em Curitiba, a Biertek mantém como principal missão atender as expectativas dos apaixonados por produzir suas próprias bebidas artesanais.

Então para isso, prioriza a qualidade, a praticidade e a tecnologia nas soluções que oferece ao mercado. Entre eles está o Izzy Beer, ao mesmo tempo, um fermentador com recipiente transparente e que trabalha sob pressão.

Além disso, o produto é o único do mundo com conexões em sua tampa que permitem medir a temperatura, introduzir gás CO2 e retirar a bebida fermentada depois de pronta, evitando a exposição com o ar e possível contaminação.

Fotos: Divulgação Instagram / Arquivo Pessoal

Foto da Capa: Divulgação

Fonte: Jaíne Machado
Assessoria de Imprensa

Crescimento no consumo de cafés: Brasil resgata origens de indústria cafeeira

Marcos Morrone

Nascido em São Paulo Capital: Fotógrafo Profissional e Produtor Musical. CEO do Grupo Morrone Comunicações Ltda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar