AlimentosSaúde e Bem-Estar

Como utilizar sobras de alimentos sem riscos

Alimentos perecíveis em temperatura de risco

Como utilizar sobras de alimentos sem riscos. 

Quem nunca se deparou com uma situação destas? Como por exemplo, as sobras daquele churrasco com os amigos, ou aquela porção da lasanha do domingo?  Aquele restinho do almoço ou até mesmo, as sobras de carnes como Peru, Tender, Pernil, Chester, Frango, etc da Ceia de Natal ou da Passagem do Ano? Aquela sobrinha de salada de maionese?

E, então, o que fazer?

A princípio, vem aquela dúvida e os pensamentos de “É pecado jogar fora?””É um desperdício?”. Pois é, esta dúvida sempre nos atormenta, como utilizar sem riscos para nós ou para nossa família.

Assim, em primeiro lugar, o planejamento da utilização de sobras para o dia seguinte ou para outros dias começa no dia da preparação e distribuição dos alimentos.

Para tanto, é necessário alguns cuidados que devemos ter, como:

  • Não permitir que alimentos perecíveis permaneçam por mais de duas horas dentro de uma temperatura de risco (temperatura ambiente, ou entre 5ºC e 60ºC);
  • Ou, não guardar alimentos ou servir dentro das panelas que foram usadas para a produção;
  • Não manter por mais de duas horas sobre o fogão, com um paninho (aquele bordado) sobre os alimentos, confiando na sua capacidade de distinguir se o alimento está em boa condição ou não.

Como utilizar sobras de alimentos sem riscos

Como utilizar sobras de alimentos sem riscos

Não deixe de ler: Leve seu pet para passear sem descuidar da higiene pública

Lembre-se que nenhuma bactéria patogênica altera as características organolépticas (odor, cor, textura) do alimento, estas alterações se dão por microrganismos deteriorantes que, na grande maioria das vezes são inofensivos, isto é, não causam doenças veiculadas por alimentos (intoxicações, infecções alimentares ou toxinfecções).

Atente-se,  também, que existem bactérias (Staphylococcus aureus e Bacillus cereus) que, após estas duas horas podem produzir toxinas (venenos) termoestáveis (que suportam altas temperaturas), não sendo eliminadas por reaquecimentos posteriores. Isto é, alimentos perecíveis que permanecerem por mais de duas horas dentro de uma temperatura de risco (ambiente, por exemplo), devem ser jogados fora.

Dentro destas duas horas, leve para a geladeira (que deve ser mantida a 4ºC), mesmo quente e, sempre descoberto – exatamente, nunca cubra os alimentos que leva para a geladeira – após duas horas de refrigeração, ai sim, podem ser cobertos.

Não esquecer também, que a farofa do recheio do peru ou qualquer outra ave, deve ser refrigerada separadamente. Bem, se você seguiu a risca todos estes pontos, o seu alimento poderá se manter em bom estado por até 5 dias.

Assim, para períodos mais longos, congelar em freezer a menos 18ºC, a durabilidade aumentará para 3 meses. Sempre descongelar dentro da geladeira. No dia da utilização, reaquecer, pelo menos até 75 as 80°C (o alimento nesta temperatura eliminará vapor em grande quantidade), não permitir que permaneça a temperatura ambiente por mais de 2 horas e servir a vontade.

Sobrando?! Você deverá jogar fora. Afinal,  não vai querer usar a sobra da sobra não é mesmo?

Bom Apetite, praticamente isento de riscos.

Como utilizar sobras de alimentos sem riscos

Fotos: Divulgação / Arquivo Pessoal

Fonte: Divulgação
Assessoria de Imprensa

Dessa maneira, não deixe de ler: Dr.Bactéria fala sobre higiene nos alimentos

Etiquetas

Uiara Zagolin

Jornalista, Editora do portal Na Midia, colunista no TNYN NY News, membro da FEBRACOS - Federação Brasileira dos Colunistas Sociais, Vice Presidente da APACOS, Imortal da Acadêmia de Letras Artes e Ciências de São Paulo. Com formação no Canadá, EUA e UK.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar