MIDIA 05 – Top Mega Banner 970 x 250 – DESK
FamososSaúde e Bem-Estar

Saiba como o dublador Jefferson Schroeder do Porta dos Fundos cuida da sua voz

A especialista explica que, para atores como o comediante, a voz é fundamental, e cuidar dela com um fonoaudiólogo ajuda na resistência

Saiba como o dublador Jefferson Schroeder do Porta dos Fundos cuida da sua voz

Sucesso nas redes sociais por suas dublagens e por atuar no canal Porta dos Fundos, no youtube, Jefferson Schroeder foi apontado como revelação na comédia. Mas o trabalho com a voz exige cuidados especiais. A fonoaudióloga Jane Celeste, do Estúdio da Voz, conhecida por realizar treinamentos vocais em famosos como Fábio Pochat, Miá Mello, Simone Kalil e Simone Mazzer, é a responsável por cuidar do ator.

A especialista explica que, para atores como o comediante, a voz é fundamental, e cuidar dela com um fonoaudiólogo ajuda na resistência e flexibilidade no trato vocal, o que permite que a saúde esteja sempre em dia sem nenhum prejuízo futuro.

“O Jefferson tem muitas habilidades no sistema fonatório. Por esse motivo ele aproveita sua plasticidade vocal para compor diversos personagens. Essa riqueza vocal incrível nem sempre é de fácil emissão e requer exercícios de aquecimento e desaquecimento específicos para as composições criadas”, explica a fonoaudióloga.

A técnica usada por Jane Celeste para o aprimoramento vocal realiza manobras específicas com a voz. “O ator algumas vezes perdia a qualidade vocal, ficava rouco e possuía algumas falhas na voz. Por esse motivo ele foi orientado a fazer uma manutenção da sua saúde vocal”, explica a Jane.

+ LEIA MAIS SOBRE: Apresentadora e atriz Viviane Alves comemora em grande estilo a festa de um ano do seu programa

 

A fonoaudióloga lista ainda alguns alimentos que podem ser irritantes. As recomendações são especialmente às pessoas que usam a voz como instrumento de trabalho:

1.Gengibre – Pode ser irritante da mucosa gástrica, detonando um refluxo (subida do suco gástrico) e queimando a região posterior da laringe, gerando um incomodo ou até pigarro. Com isso, pode anestesiar a garganta e propicia um abuso da voz devido à falta de percepção dos órgãos fonatórios.

2.Própolis – Apesar de ser um anti-inflamatório natural, pode não funcionar quando o problema na garganta não é causado por bactérias.Normalmente o spray possui álcool em sua composição, trazendo para o usuário uma perda da sensibilidade, propiciando o abuso vocal.

3.Chocolate – Tem leite (aumentando a produção de muco) e cafeína (ressecando a mucosa, assim como o café, chá preto e refrigerantes).Não se deve comer chocolate ou beber leite pelo menos duas horas antes de falar profissionalmente para não prejudicar a projeção da voz.Esses produtos deixam a saliva mais grossa e mais viscosa.

4.Água Gelada – Pode produzir um choque térmico, mas isso depende da sensibilidade de cada um.

 

Fonte: Airam

 

Siga o Egonotícias no Instagram: @egonoticias

 

 

Tags
Show More

Lourdes Castro

Nascida em São Paulo, Capital - SP, Brasil, Formada em Comunicação Social pelas Fiam- Faculdades Integradas Alcântara Machado, Pós Graduada em Administração de Marketing pela Fecap, Especialização em Assessoria de Imprensa pelo Senac. Jornalista, Assessora de Imprensa e Produtora do Programa Fama & Destaque da Apresentadora Viviane Alves, pela TV Guarulhos. MTB 15521

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker