Finanças

Educação financeira para crianças ganha espaço dentro de casa

“É da sua Conta”, ensina as melhores regras para aplicar com crianças e adolescentes

O mês das crianças não tem sido só de presentes e diversão para a garotada. Outubro foi o mês escolhido também pela Plataforma “É da Sua Conta”, de Florianópolis, para abordar um tema cada vez mais importante dentro dos lares: a educação financeira dos filhos. Ou seja, mostrar a eles o valor da geração de renda e a importância da economia para conquistas futuras.

A educadora financeira Letícia Lucca tem orientando pais sobre como lidar com o assunto. “O importante é abordar o tema com as crianças desde muito pequenas, iniciando aos três anos com um cofrinho, por exemplo, e depois passar para a mesada e outras ações”, diz.

Mas ela explica que a tarefa dos pais não é fácil,

Foto: Leticia Lucca

pois além de precisarem rever os próprios hábitos, terão que tomar atitudes certeiras e serem firmes nas decisões. “Nada disso foi ensinado na escola, então o que aprendemos foi basicamente através de nossos pais, que por sua vez também não foram educados neste sentido”, aponta Letícia. Além de consultorias individuais para ajudar as famílias, o “É da Sua Conta” disponibiliza conteúdos gratuitos nas redes sociais, como vídeos e lives (acesse no www.edasuaconta.com.br).

E não é por falta de interesse que as famílias não colocam a educação financeira em prática. Uma *pesquisa divulgada recentemente pela Boa Vista Seguros aponta que 84% dos consumidores acreditam ser muito importante que crianças e adolescentes tenham orientações relacionadas ao assunto. A maioria (69%) opta por uma boa conversa, outros 28% utilizam a mesada como ferramenta de aprendizado e 3% deixam a tarefa a cargo da escola.

A falta de educação financeira – tanto em casa quanto nas escolas – gerou uma verdadeira geração de pessoas que não sabem lidar com o dinheiro. Hoje cerca de 55% dos catarinenses se encontram endividados (fonte: Fecomércio/set 2019) – índice que disparou o sinal de alerta na sociedade. “Estamos entrando em uma nova fase em nosso país, onde o equilíbrio financeiro é indispensável. Temos a chance de fazer diferente, de não repetir o cenário atual”, afirma Letícia.

Case de sucesso com irmãs gêmeas

A empresária Karen Schafer, sócia do “É da Sua Conta”, vem colocando em prática na própria casa várias regras para as filhas gêmeas Eduarda e Gabriela, de 7 anos, e tem obtido sucesso. As meninas ajudam a economizar em tudo, focando em aquisições mais importantes como festinha de aniversário, viagens, etc.

O corte nos gastos são em vários itens: roupas (compram em brechós), supermercado (combinam antes o que podem pedir e pesquisam o preço na hora de comprar), mesada (guardam metade do valor), energia elétrica (acompanham o valor da conta de luz para ver se reduziu ou não), limpeza da casa (para acionar menos a faxineira) e presentes (só em datas especiais).

As meninas também já mostram uma veia empreendedora: pretendem vender bijuterias no colégio; e também já despertaram o gosto por investimentos: vão comprar ações de empresas indicadas pela mãe.

O “É da Sua Conta” elaborou um manual básico com 10 dicas para as famílias aplicarem a educação financeira em casa com os filhos, sejam crianças ou adolescentes. Confira:

MANUAL – 10 dicas para educação financeira dos filhos

1) Cofrinho: a partir dos três anos de idade você pode utilizar o cofrinho como forma de começar a falar sobre dinheiro com seu filho e ensiná-lo a poupar. Assim que o cofrinho estiver cheio, leve a criança a um lugar onde ela possa trocar por um presentinho como recompensa.

2) Mesada: aos seis anos ensine através da mesada que parte do dinheiro deve ser guardado para realizar sonhos maiores e somente a outra parte pode ser gasta imediatamente. Comece dando um valor semanalmente para que a administração do valor fique mais fácil e simples.

3) Consumo consciente: mostre que economizamos não apenas quando poupamos dinheiro, mas também quando reduzimos o consumo e desperdício de água, luz, comida, etc.

4) Desapego: ensine a importância da doação de brinquedos ou roupas que já foram utilizadas e que podem fazer outras crianças felizes. Para entrar um novo brinquedo é preciso que algum seja doado.

5) Acordos: faça acordos com seu filho quando for levá-lo a shopping ou supermercado. Avisa-o se terá direito a algo que ele possa escolher ou não.

6) Controle: evite levar seu filho a shoppings ou mercado se eles ainda não têm maturidade suficiente para controlar os impulsos de consumo.

7) Trabalho: explique a importância do trabalho, fale o quanto é bacana trabalhar e ter como recompensa dinheiro para realizar sonhos. Mostre que o dinheiro é fruto de muito trabalho, por isso deve ser muito bem utilizado.

8) Diga não: saiba dizer não para fazer valer as regras que a família determinou e combinou.

9) Sonhos: utilize o orçamento financeiro como ferramenta para unir a família em prol da realização de sonhos, como uma viagem, por exemplo.

10) Dê exemplo (isso é o mais importante!): tudo que falamos acima precisa ser feito antes por você. Mais do que falar, o que vale são os exemplos que damos.

* A pesquisa, realizada pela Boa Vista, entrevistou cerca de 600 consumidores, em nível nacional, entre os meses de agosto e setembro de 2019.

Confira o espírito indomável dos  diretores: O vendedor de sonhos, ganha versão teatral.

Clica aqui e confira: Temporada Gastronômica Costa Esmeralda reunirá mais de 40 restaurantes

Sabia que: Catarinense tem curta-metragem selecionado para o Los Angeles Brazilian Film Festival 2019

Uau que legal! Lages sediará o 1° Festival Internacional de Cinema Ambiental

Clica aqui e confira: Raisa Amarante Manzochi e seu “début” no Graciosa Country Club

Gosta de ler? Beira-mar Shopping promove semana da moda no coração da cidade

Você precisa ler! Produtores celebram decisão do Governo de alterar sistema de tributação do vinho

Não perca clica agora e confira: Fotógrafa de Florianópolis Sabrina Nas vence concurso internacional

Que tal clicar aqui e conferir como foi: Baile de Gala do Prêmio Profissionais 2019

Veja novos investidores atraídos pelo: Grupo SCC Inaugura Memorial de sua história e da Comunicação na Serra Catarinense

Simplesmente um luxo! Dupla de profissionais da Beleza de Curitiba contratados por Lady&Lord

Veja mais: Primavera será o tema do terceiro evento da 11ª temporada da Confraria do Vinho Itapem

Não perca clica agora e confira: Bazar desapega rosa do núcleo da mulher 

Segue link da coluna social:  O Jornal, O Momento 

O que mais você gostaria?  Top Society – Pão do Pedro sob nova direção

Tudo isso e muito mais: Trapus de seda inaugura novo espaço

Assista o programa: Top Society – Prêmio profissionais 2019

Clica no banner e confira:

Karla Cruz

Nascida em Lages, SC KARLA CRUZ ė colunista social a mais de 26 anos. Idealizadora do programa, revista, blog Top Society e do evento Mulheres em Evidência - SC. Atualmente possui coluna social no Jornal O Momento (Lages/SC), Jornal DC (Balneário Camboriú/SC) e na revista Autoestima (Curitiba/PR). Graduada em Letras e cursando Jornalismo. O programa Top Society é exibido através do canal do youtube e divulgado no blog, redes sociais da Top Society, na TV Vila Velha (Ponta Grossa/PR) e na TV Pedra Branca (Palhoça/SC). Nos programas de TV, Karla realiza entrevistas com diversas personalidades brasileiras e internacionais. Como diretora da revista Top Society, atua no planejamento e marketing. A revista circula especialmente entre os estados de Santa Catarina e Paraná!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar