FutebolMúsica

Guga Machado leva vida movida ao esporte e a música

Antes de ser jogador de futebol 7, ele já brilhava nos palcos ao lado de grandes nomes da música

Guga Machado leva vida movida ao esporte e a música .Estudos apontam que a música é um fator essencial no desenvolvimento de esportistas, e quando falamos de Guga, podemos ver que os estudos estão certos.

Apaixonado por música desde criança, teve seu primeiro contato com a percussão aos 14 anos e deve muito aos pais que sempre o incentivaram como músico e esportista.

 Guga sempre teve exemplo do pai que jogou basquete por muitos anos em clubes e na seleção brasileira em categoria menores, além das influências musicais que ouvia em casa, como: Egberto Gismonti, Milton Nascimento, Elis Regina, The Who, Yes, Phill Collins, Genesis, Jethro Tull entre outros.

Jogador de Fut7

O jogador de Fut7 e percussionista de 36 anos tem uma trajetória de sucesso na música, já tendo dividido o palco com grandes artistas brasileiros, entre outros, como Toquinho, Paulo Ricardo, Tiago Abravanel e Banda Moinho.

Foi um dos poucos brasileiros que participaram do projeto Playing For Change, um movimento criado para inspirar e conectar o mundo através da música, que nasceu através da visão compartilhada dos americanos Mark Johnson e Whitney Kroenke que se dedicam à construção de escolas de música e arte para crianças em todo o mundo.

HANG DRUM no Brasil

 Além de ser um dos pioneiros do uso do HANG DRUM no Brasil, Guga utiliza diversos instrumentos com muita propriedade como o cajón, pandeiro, congas, bongô, derbak e se diferencia pela sensibilidade ao escolher os instrumentos e efeitos que coloca em cada canção. Guga sempre teve o esporte e a música conectados em sua vida.

Ao mesmo tempo “Sempre brinquei com a minha família, fazendo uma analogia ao esporte: ser chamado para tocar com o Toquinho em Nova York era uma espécie de convocação para a Seleção Brasileira.

 Esse tipo de oportunidade a gente não pode desperdiçar. Quantos jogadores despontavam nos seus times e, quando iam para a seleção, não tinham sucesso? Muitos. Era uma oportunidade de tocar com um artista de ponta, reconhecido no mundo todo e eu agarrei a oportunidade.

Mafagafo Jazz

Até hoje, sempre que o Toquinho resolve colocar percussão no show, ele me chama e é uma honra” diz. Em 2012 ele lançou o álbum “Mafagafo Jazz” em parceria com vários amigos. “Em mais ou menos dois anos, sem nenhuma pressa e sempre respeitando os momentos de inspiração e a agenda dos meus amigos convidados, terminamos dez canções, e tínhamos um disco pronto.

 Lembro até hoje da ânsia de vomito que senti no banho antes de ir ao teatro no dia da estreia do meu show. Foram dois dias, um sábado e um domingo no Teatro Décio de Almeida Prado, em São Paulo com ingressos esgotados” recorda Guga.

Prêmio de Música Brasileira

No ano seguinte o álbum foi indicado ao Prêmio de Música Brasileira. Ele lembra da época que não sabia se queria ser armador ou goleiro, que foi jogar em dois campeonatos nos Estados Unidos, e no aeroporto recebeu um dos maiores baldes de água fria do treinador, que disse para ele: “Nem perca seu tempo indo treinar num time profissional.

Você é muito baixo, nem vão deixar você se trocar”, com apenas 13 anos, as palavras fizeram ele desistir temporariamente do futebol por alguns anos. E ele passou a se dedicar ao basquete e em seguida à música.

Quando decidiu que queria ser goleiro, começou a fazer treinos específicos e a melhora foi enorme, hoje é goleiro no time de Futebol 7 do Corinthians. “Para um goleiro, mesmo com 1,78 m de altura, fico abaixo da média, o que me faz pensar em como ser melhor que os outros para compensar minha estatura.

Da mesma forma que eu era mais rápido no basquete, sou mais rápido no futebol. Sempre gostei de jogar na linha também, o que me ajudou a saber usar os pés. Juntando essas duas qualidades, observei que jogar adiantado e sempre acompanhar o jogo entre a marca do pênalti e a linha da grande área me facilitava a antecipação em bolas longas do adversário, saindo da área e jogando com os pés.

 

Guga Machado jogador de futebol 7 - Divulgação
Guga Machado jogador de futebol 7 – Divulgação

Outro detalhe que com certeza veio com a prática dos treinos, e que é fundamental para qualquer goleiro é a confiança. Nenhum goleiro joga bem se não estiver concentrado e extremamente seguro de suas reações” afirma.

Hoje, Guga está se preparando para a Copa do Mundo de Fut7, e ressalta que no esporte é preciso preparo e com a música não é diferente: “Nunca tive o virtuosismo como qualidade. Acho que seria como a baixa estatura no esporte. Tive me enxergar de fora e entender porque um artista escolheria a mim e não qualquer outro percussionista.

Aos poucos, com práticas e estudos, fui entendendo que fazer o que eu amo já me adiantaria um lado. A minha dica para quem está começando em qualquer área, é tentar fazer algo diferente do que o que todo mundo faz, eu me defino como ousado, pois nunca tive medo de me jogar de cabeça em tudo que faço, seja na música ou no esporte”.

A Copa do Mundo de Fut7 acontece na cidade de Roma, na Itália e já tem jogos marcados nos dias 24, 25, 26, 27 e 28 de setembro.

Guga Machado
Guga Machado
Sobre Guga Machado

Iniciou na música como percussionista aos 14 anos e aos 19 já trabalhava com grandes artistas da música popular brasileira, tendo dividido palco, entre outros, com Toquinho, Paulo Ricardo, Tiago Abravanel e Banda Moinho.

Antes de mais nada além de ter sido um dos poucos brasileiros que participaram do projeto Playing For Change. Guga é goleiro no time de Fut7 do Corinthians, e foi convocado para jogar na Copa do Mundo de Fut7 que acontece em Roma, Itália em 2019.

Antes de mais nada:  Borogodó marca de lingerie aposta em nova linha com o tema Universo!

Bombou na semana!: A Fazenda, Hariany Almeida conta com apoio dos fãs 

Veja Também: Fabrício Bianchini retorna ao Brasileiro de Rally Baja em semana

Leia mais! : Drinques são opções mais populares para se divertir na noite paulistana 

Saiba mais!: 5 alimentos que você não sabia que eram saudáveis

Sabia que: Polka-dot é cult e pede acessório sim! Sensação do verão europeu

Uau que legal! : Boca de cereja a nova mania que estão dominando o mundo da beleza

Clica aqui e confira: Conheça os principais lançamentos do São Paulo Boat Show 201

Gosta de ler?: Trufas recheadas com toque de amor

Você precisa ler!: Nutricionista Ana Paula Bedin aponta perigos das dietas milagrosas

Novidades a caminho?: O Vila 567 abre seu rooftop, com vista privilegiada para a Vila Madalena

Não perca clica agora e confira: Paula Lima causou alvoroço ao compartilhar imagens treinando sem calcinha

Que tal clicar aqui e conferir como foi: Dia da Árvore: mudas nativas serão distribuídas no Angeloni

Veja novos investidores atraídos pelo: Maicon Santos Jovem empreendedor que se tornou referência no mercado de criptomoedas

Confira o espírito indomável de: FD Rally Team será a maior equipe do Rally dos Sertões

O que mais você gostaria?: Neura Costa exibe sua arte na “Janelas da Alma”

Tudo isso e muito mais?: A Borogodó é uma marca forte, porque força também é sinônimo de mulher!

Simplesmente um luxo!: Costa Firenze novo navio da Costa Cruzeiros inicia operação em outubro de 2020

 

Rodolfo Bracali

Nascido na Argentina, Rodolfo Bracali Jornalista mora no Brasil a 19 anos. Como Jornalista, Produção de Conteúdo , Apresentador do Programa Momentos no Canal TV. Tudo isso você pode acompanhar nos meus espaços na Web. +55 31- 9 9885-9387 / 31 3889-6520 - e-mail: rcb539@gmail.com - - Belo Horizonte- MG -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar