MIDIA 05 – Top Mega Banner 970 x 250 – DESK
ENTRETENIMENTO

Isolamento, desgaste, falta de sono: Como a vida real por trás da fama afastou Simone e Simaria por 4 meses

simaria Title category
Dupla voltou aos palcos, com Simaria ainda sob efeito de remédios. Agora, elas levantam bandeira de que a fama pode não ser tão boa assim: ‘Quem acha que ter agenda com 40 shows é bonito daqui a pouco vai sentir’; veja VÍDEO A ‘prisão’ de Simone e Simaria
Simaria está produzida, com seu tradicional estilo à lá Kardashian, para o primeiro evento público após uma reclusão de quatro meses. Com enormes óculos escuros, ela pede ao cinegrafista que dê um jeitinho na luz para ajudar a esconder manchas discretas em seu rosto.
São ainda efeito da medicação contra a tuberculose ganglionar diagnosticada em abril, após uma internação. Abaixo de seu peso habitual (chegou a pesar 42 kg no auge da doença), ela diz também sentir a boca seca e muito cansaço por causa dos remédios.
Simone e Simaria voltam a cantar juntas após quase quatro meses
Reprodução/Instagram
Faltam mais dois meses de tratamento, mas a cantora já voltou aos palcos, ao lado da irmã Simone, na última quinta-feira (9), em São Paulo. Para se preparar para o retorno, precisou ser acompanhada por um fonoaudiólogo.
“Estou até perdida, faz tanto tempo que não trabalho…”, diverte-se, ao esquecer a data do show que vai virar DVD da dupla, em uma entrevista ao G1.
Enquanto Simaria estava afastada, Simone cumpriu sozinha a agenda de apresentações. “Pense num dinheiro difícil”, sempre diz, ao falar sobre o período.
As coisas voltam aos poucos ao normal. A dupla lançou “1 em um mihão” e tem shows marcados até o fim de agosto. Mas nem tudo será como antes: elas dizem que vão limitar a ritmo de trabalho a três compromissos por semana, por mais tempo livre e para evitar novos problemas.
A ‘prisão’ do sucesso
Após a doença de Simaria, as duas tomaram para si uma causa. Querem mostrar, ao público e a outros artistas, o sufoco que há por trás dos sorrisos no Instagram de celebridades.
Elas acreditam que a agenda lotada foi responsável pelo problema, e têm usado aparições públicas para tocar no assunto. Simone diz ver o sucesso como “uma prisão sem grades”.
Simone e Simaria posam para o G1
Celso Tavares/G1
Simaria, geralmente mais expansiva que a irmã, lembra ter pensado “várias vezes” em desistir da música e abaixa o tom de voz para falar:
“Os ‘bestaiados’ que estão achando que ter uma agenda com 40 shows [por mês] é bonito daqui a pouco vão sentir.”
Ela conta que, pela falta tempo, deixou de “fazer as coisas que mais amava”: assistir a filmes, ler, cozinhar, brincar com os filhos (é mãe de dois) e fazer refeições com a família. “Eu chegava, trocava a mala, ficava um dia em casa e ia embora, cansada, quebrada e com sono.”
Isso porque, além das apresentações, a dupla tem que cumprir contratos publicitários. Elas chegavam a emendar madrugadas de shows com dias inteiros de gravação, sem dormir.
“Você começa a achar que não tem graça o que está fazendo. Para as pessoas, ser famoso é maravilhoso, perfeito. Mas, se você entra numa rotina dessa, deixa de fazer as coisas mais importantes.”
Simone e Simaria em primeiro evento público após afastamento de Simaria
Celso Tavares/G1
Além do desgaste, há o isolamento da rotina de viagens pelo país, aponta Simone. “Ficamos trancadas no hotel, porque está lotado de gente na porta, não conseguimos comer uma comida normal num restaurante”. Ela continua:
“Quando você sai do hotel, vai para uma outra prisão, que é o camarim. Ali, você encontra os fãs, sobe no palco e, no dia seguinte, ou no mesmo dia, volta para a prisão do quarto.”
A cantora também menciona a pressão de fãs e “haters” na internet e usa o exemplo da americana Demi Lovato, internada em julho após sofrer uma overdose. “Uma artista tão especial que passou por isso por causa do bullying, da cobrança.”
“Que bom que nós aprendemos a tempo, mesmo vendo a Simaria passar pelo que passou. Podemos voltar atrás e dizer: agora não dá mais, agora vamos viver.”
Mais saudável, mas “ainda não 100%”, Simaria já avisa de antemão: “A minha prioridade vai ser minha saúde e meus descansos. Se um dia eu estiver em um show e precisar ir embora, peço aos fãs que compreendam, é porque preciso descansar.”
Fonte: http://g1.globo.com/dynamo/pop-arte/rss2.xml

Tags
Show More

Marcos Morrone

Nascido em São Paulo Capital: Fotógrafo Profissional e Produtor Musical. CEO do Grupo Morrone Comunicações Ltda.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker