Economia e NegóciosAviação

Redução do ICMS para aviação em SC é discutida na SANTUR

A redução do imposto estadual sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS) para o querosene de aviação e os impactos dessa medida para a indústria do turismo em SC

A redução do imposto estadual sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS) para o querosene de aviação e os impactos dessa medida para a indústria do turismo em SC foram discutidos em uma reunião realizada nesta segunda-feira, 13, na capital, com representantes do Floripa Airport e do trade de turismo do estado. O objetivo do encontro foi apresentar à presidente da Santur, Flavia Didomenico, uma proposta considerada pelo trade mais adequada à redução do ICMS, tendo em vista o Projeto de Lei nº 081/2019, encaminhado pelo Governo em abril deste ano à Assembleia Legislativa. De acordo com o CEO do Beto Carrero World, Rogério Siqueira, da forma como foi apresentado, o PL restringe o crescimento da aviação no estado: “Não há estímulo à conectividade internacional nem inserção de média diárias de decolagens. Acreditamos que podemos delinear uma proposta interessante, para competir de forma mais agressiva com outros estados”, afirma.

Redução do ICMS para aviação em SC é discutida na SANTUR 1
Flavia Didomenico

O gerente de relações institucionais do Floripa Airport, Simon Locher, apresentou modelos de outros estados, que exigiram e tiveram como contrapartida o aumento de voos domésticos e internacionais, além de um número mínimo de decolagens. Locher citou a decisão do governo de Pernambuco que reduziu o imposto de para 12% e 7%, resultando na ampliação da malha de voos regionais de 156%. Na visão da presidente da Santur, o assunto é estratégico e o Governo tem urgência em resolver: “Um dos maiores gargalos do turismo em nosso estado está na conectividade aérea e ouvir os atores impactados diretamente nesse setor é essencial”, pontua Flavia. Além da presidente da Santur, do CEO do Beto Carrero World e dos executivos do Floripa Airport, Tobias Market e Simon Locher, participaram da reunião o conselheiro da ABIH-SC, Volnei Koch, o secretário de turismo de Blumenau, Ricardo Stodieck, Rinaldo Luiz de Araújo, da Associação Empresarial de Navegantes, Ricardo Piazza e Jonei Bauer, da SOL/Santur.

Os benefícios fiscais para o setor estão previstos no projeto de lei nº 81/2019, de autoria do Executivo estadual, que concede vantagens para determinados produtos e serviços, entre eles a aquisição de querosene de aviação. O texto foi encaminhado à Assembleia Legislativa em abril e está sendo analisado pelos deputados. A tramitação pode ser acompanhada na página da Alesc (http://www.alesc.sc.gov.br).

Leia ainda: Ryanair supera novos padrões de segurança para voo com rastreamento da GlobalBeacon

Redução do ICMS para aviação em SC é discutida na SANTUR 2
turismoonline.net.br – O portal do turismo, gastronomia e hotelaria.

Jefferson Severino

Jeff Severino, lageano, jornalista diplomado - SC-01571-JP, pela - INISUL - Campus Pedra Branca - SC, profissional por sacerdócio e devoção, além de fotógrafo por paixão (passarela, eventos, mulheres, natureza). Especialista em turismo/gastronomia/hotelaria/destinos turísticos. Eterno viajante. Assessor de Imprensa da Associação Brasileira de Agentes de Viagens-SC. Articulista/colunista/editor/redator/fotógrafo, de jornais e revistas e sites nacionais e internacionais. 48- 9 9163-7172 - TIM - WhatsApp - Florianópolis - SC

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar