ESTILO DE VIDASaúde e Bem-Estar

Tratamento de incapacidade de deambulação (caminhada) com Fampyra

A esclerose múltipla é uma doença que atinge cerca de 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo e, apesar de não se saber muito sobre ela, vem sendo estudada com afinco nos últimos anos.

O termo, apesar de bastante conhecido, acabou se tornando sinônimo de qualquer doença cerebral, sendo comum até algum tempo atrás, utilizá-lo de forma pejorativa para qualquer pessoa com algum problema relacionado ao cérebro.

Fato é que a doença realmente afeta o cérebro, mas os danos vão muito além de problemas com a memória ou a cognição. Da mesma forma o tratamento varia de acordo com a forma como a doença se manifesta.

Entre os vários sintomas possíveis está a dificuldade para movimentar braços e pernas. Por esse motivo, o paciente tem dificuldades para caminhar, algo que afeta diretamente a sua qualidade de vida tendo como um possível tratamento a utilização de Fampyra

O Fampyra

O medicamento conhecido como Fampyra e que é utilizado no tratamento da esclerose múltipla, mas especificamente na incapacidade de caminhar, é um composto com a substância ativa conhecida como fampridina.

Sabe-se que a doença deteriora uma substância chamada mielina, substância essa responsável por proteger tecidos nervosos. Essa condição afeta não apenas os nervos de brações e pernas, mas também a medula espinhal e o próprio cérebro. Com o tempo, além da dificuldade em transmitir instruções, o próprio órgão se deteriora de forma irreversível.

O Fampyra age diminuindo a deterioração sofrida pelos nervos já que é pertencente ao grupo dos bloqueadores de canal de potássio, impedindo assim que o potássio deixe essas células nervosas.

O Fampyra também auxilia no tratamento da esclerose múltipla porque facilita a passagem dos sinais pelos nervos, o que melhora a capacidade do paciente em caminhar.

Quando tomar

O diagnóstico da esclerose múltipla é bastante complicado porque os sintomas podem surgir de forma bastante esporádica a princípio, dificultando bastante a identificação da doença.

Outro fator que muitas vezes atrasa o início do tratamento é que os sintomas variam bastante de pessoa para pessoa, já que dependem de quais nervos foram afetados. Em geral os pacientes podem apresentar dificuldades para caminhar, espasmos musculares, dores, formigamentos, perda de equilíbrio e até visão turva, já que também o nervo óptico pode ser afetado.

Outros sintomas ainda incluem a incontinência urinária e problemas sexuais.

O Fampyra não é o único medicamento utilizado no tratamento da esclerose múltipla e deve ser tomado após recomendação médica. A dosagem a ser tomada e a duração do tratamento também devem ser sempre aquelas recomendadas pelo médico.

O medicamento vem se mostrando bastante eficiente no tratamento da incapacidade de deambulação e já que a esclerose múltipla ainda não tem uma cura conhecida, vacina, e nem mesmo se sabe exatamente quais são as causas da doença, a convivência com ela ainda é a melhor forma de combate.

Já se tem notícia que, após identificada e devidamente iniciado o tratamento, pelo menos metade dos pacientes consegue levar uma vida praticamente normal e estudos apontam que medicamentos como o Fampyra estão estre os grandes responsáveis por essa melhora.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker