Mercado Imobiliário

SC participa de encontro sobre a importância da construção civil na economia do país

Vice-presidente do SINDUSCON Joinville empresário Marco Antonio Corsini, representou o Estado em evento da Câmara Brasileira da Indústria da Construção

A indústria da construção civil brasileira esteve reunida em Brasília na quarta-feira, dia 11 de setembro, para discutir “A construção na condução da retomada do emprego”. Santa Catarina foi representada pelo empresário Marco Antonio Corsini, vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Joinville (SINDUSCON) e vice-presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) para a região Sul.

O encontro promovido pela CBIC reuniu empresários, entidades da construção civil e do setor imobiliário de todo o país, deputados federais e senadores. Também participaram do debate o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade.

O objetivo do evento foi discutir a importância da indústria da construção na retomada do crescimento econômico nacional, na geração de empregos e no crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). Entre os destaques, caminhos para estimular a criação de 936 mil empregos no mercado imobiliário, em concessões municipais, saneamento e retomada de obras de infraestrutura.

De acordo com o empresário Marco Antonio Corsini, uma das principais preocupações da indústria da construção civil é a geração de empregos. “A decisão da CBIC em aproximar o setor produtivo e o governo federal foi justamente para buscar alternativas que visem à geração de empregos imediatos. Criando novas vagas, voltando a contratar e contribuindo com a redução dos índices de desemprego, certamente vamos acelerar o aquecimento da economia e a geração de renda”, diz.

Outros temas abordados durante o evento em Brasília foram a Reforma Tributária, as parcerias público-privadas (PPPs) e concessões, obras paralisadas, atraso nos pagamentos do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), saques do FGTS e o programa Habitação de Interesse Social (HIS), voltado à construção de unidades habitacionais para famílias de baixa renda.

O presidente da CBIC, José Carlos Martins, destacou dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV) que revelam que a cada R$ 1 milhão de investimentos na construção civil são gerados, direta e indiretamente, 11,4 empregos e renda de R$ 772 mil. Ressaltou ainda que, com o atraso do programa Minha Casa Minha Vida, 200 mil empregos estão sendo impactados.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, os pagamentos do programa MCMV começaram a ser normalizados ainda na quarta-feira, dia 11. Já o presidente da CNI, Robson Andrade, reforçou que é preciso motivar a construção civil, já que o setor tem capacidade para gerar emprego de forma rápida e efetiva. Também falou sobre a necessidade de buscar alternativas para financiar o setor, sugerindo a criação e um fundo para a construção civil. As informações são da Agência CBIC.

Assessoria de imprensa:Grazi Lindner

SC participa de encontro sobre a importância da construção civil
Foto Divulgação

Leia Mais: Thayná Minella a mais nova revelação do sertanejo

Rosilene Bejarano

Rosilene Bejarano,nascida em Corumba Ms Digital Influencer, blogueira revista eletrônica Coisas Do Sul, assino para as revistas Egonoticias de Balneário Camboriú, Top Society de Lages, Lithoral News de Itajaí. Palestrante com o tema (Estrutura familiar e mulheres na politica) recebi o titulo de Embaixadora da Paz em 2018, atualmente resido em Joinville Santa Catarina, cursando marketing digital,formada em Hotelaria e excelência em atendimento, sou a Vice presidente da Abramecom (Associação Brasileira de Colunistas Sociais e de Mídia Eletrônica) Recebi o premio internacional de imprensa empreendedora Dr Rey 2017. Premio destaque de Mídia Eletrônica SC da Revista Lithoral News, Premio destaque imprensa revelação SC.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo