Arte e Cultura

Fun Museu abre as portas em Balneário Camboriú

Este é o primeiro museu permanente do Brasil com foco na produção de conteúdo digital

Fun Museu abre as portas em Balneário Camboriú. Este é o primeiro museu permanente do Brasil com foco na produção de conteúdo digital.

Cores, cenários, luzes e a possibilidade de registrar, de maneira divertida, momentos com os amigos. Balneário Camboriú inaugurará o primeiro espaço permanente do Brasil para diversão. O ambiente é preparado para a produção não apenas de fotos como também, de vídeos em espaços que prometem aflorar a criatividade para poses diferentes. Aliás, tudo isto, para compartilhar posteriormente na internet e deixar todo mundo curioso como foi feito tal clique.

Fun Museu e as Redes Sociais

O Fun Museu é inegavelmente a possibilidade de pessoas, principalmente, as conectadas nas coisas boas da vida e nas redes sociais, terem experiências divertidas que contribuam com sua relação de conectividade. Assim, são 25 cenários ideais para produção de conteúdo criativo para as diferentes plataformas.

Fala-se muito em Instagram, mas o Fun Museu tem um apelo forte a todas as redes sociais, a saber, Facebook, Tiktok e Pinterest, para exemplificar algumas delas. A escolha por Balneário Camboriú se deu pela relação turística da cidade durante o ano todo.

“Apesar de que um dos nossos objetivos é manter a relação com moradores, realizando não somente cursos mas também, workshops que melhorem a relação das pessoas com as ferramentas digitais. O Fun Museu é o espaço para qualquer pessoa que esteja nas redes sociais frequentar”, avisa o criador do empreendimento, o empresário Ricardo Ruas.

O projeto Fun Museu em Balneário Camboriú

O projeto levou cerca de seis meses para ficar pronto. Primeiramente, foi concebido, pelo próprio fundador, com um forte trabalho de pesquisa de tendências em espaços referência pelo mundo. O idealizador contou também com o suporte de diversos profissionais da arquitetura, comunicação e cenografia.

Para exemplificar, Maria Júlia Ruschel Wirth desenvolveu o projeto de fluxo e mobilidade do Fun Museu. Adicionalmente, o Da Caza Comunicação partiu a criação de marca e a comunicação interna do projeto. Já a diretora de arte Josiane Silva assina o detalhamento e a execução dos cenários. “O grande desafio desta obra foi pensar de maneira criativa em cada cenário. É muito grande o volume criativo diferenciado para garantir muita experiência aos usuários”, explica a diretora de arte, que tem no currículo trabalhos com cinema, teatro e arquitetura.

O trabalho de conteúdo digital, com foco no reforço da marca junto ao público, campanhas de ads e vendas e assessoria de imprensa, ficará sob responsabilidade da Oficina das Palavras Inteligência em Comunicação. A relação digital do Fun Museu com o público é a grande chave para garantir o sucesso do projeto inovador que escolheu Balneário Camboriú como primeira base.

Fun Museu abre as portas em Balneário Camboriú. Divulgação
Fun Museu abre as portas em Balneário Camboriú. Divulgação

Fun Museu abre as portas em Balneário Camboriú: Os ingressos

Os ingressos devem ser adquiridos diretamente no local. Crianças de até seis anos acompanhadas de um adulto pagante entram gratuitamente. Aliás, pessoas de sete a 17 anos pagam sempre meia-entrada, mesmo sem documento que confirme serem estudantes. A partir de 18 anos, vale a lei da meia-entrada àqueles que são estudantes (desde que com documento de comprovação) e idosos (mais de 60 anos). O espaço terá ingressos diferenciados para diárias a fotógrafos e produtores de conteúdo.

FotosDivulgação

Foto da Capa:Divulgação

Fonte: Assessoria/Divulgação

#GustavoSiqueira

Gustavo Siqueira

Gustavo Siqueira, reconhecido pelo seu carisma e profissionalismo, iniciou sua carreira como articulista do Jornal de Santa Catarina com APENAS 11 anos de idade, e desde então, atuou em inúmeros veículos de comunicação. São mais de duas décadas de expertise na mídia impressa e televisiva, com dezenas de premiações no Brasil e Exterior. Autor de 11 livros e organizador de três outros, Siqueira apresentou diversos programas de televisão, preside o IGE (Instituto Gigantes da Ecologia) e assina colunas em diversos veículos da mídia impressa no estado e nacionalmente. Já recebeu o título de “Jovem Cidadão do Brasil” pela Soroptmist International of the Americas, o “Mérito Jornalístico” da UNESCO e o Prêmio “Cultural Brasil” da Embaixada Universal da Paz em Genebra, entre tantos outros conquistados ao longo de 20 anos de atuação no mercado de comunicação. É membro do Publishers Brasil, da União Brasileira de Escritores, da Sociedade Brasileira de Autores Teatrais, da Federação Brasileira de Colunistas Sociais, da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação e ocupa a cadeira Frei Odorico Durieux na Academia de Letras de Blumenau/SC (ALB).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo