Arte e Cultura

Joinville irá abrigar Academia de Música e Concert Hall

Projeto faz parte do Instituto Core de Música

Estudar música, além de ser uma prática prazerosa, gera uma série de benefícios. A afirmação, baseada em pesquisas realizadas por especialistas, aponta que crianças melhoram o comportamento e se tornam mais disciplinadas. Tocar instrumentos musicais fortalece a coordenação motora, amplia o raciocínio, reforça o sentimento e a convivência em grupo, entre outros benefícios.

Por estes e outros motivos o Instituto Core de Música – um dos braços do Instituto Core – tem como missão formar musicistas de alto desempenho para integrar as orquestras infantojuvenil, jovem e filarmônica profissional, e planeja a construção de dois novos empreendimentos em Joinville: uma Academia de Música e um Concert Hall.Juntos, os dois edifícios se tornarão um centro de referência na formação musical e no desenvolvimento de orquestras.

O projeto ousado e inovador será apresentado à  convidados em um evento fechado no dia 6 de novembro, às 19h. Será uma oportunidade de conhecer o que o Instituto vem desenvolvendo e o que planeja para Joinville se tornar referência internacional, também, em música.

De acordo com o Conselho de Administração do Instituto Core, a realização deste projeto deve acelerar o processo de desenvolvimento dos estudantes da instituição. O Instituto Core, criado em 2016, é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que fomenta a educação, a cultura e a inovação.

Atualmente, o Instituto Core de Música atende 170 alunos, todos bolsistas, sendo cerca de 50% das vagas concedidas integralmente para estudantes da rede pública de ensino e de baixa renda, com interesse e potencial para desenvolver carreira profissional como músicos de alta performance. Desta forma, o Instituto dá oportunidade ao estudo musical de alto nível para crianças e jovens talentosos, que não teriam condições financeiras para custear esses gastos.

Para o diretor artístico do Instituto, Sérgio Ogawa, além de formação musical, o objetivo deste projeto é que jovens se tornem excelentes cidadãos, grandes líderes de referência na sociedade e que contribuam para a transformação sociocultural do país.

A Academia de Música deve começar a sair do papel em 2019 e o Concert Hall começará a ser construído logo em seguida.

Saiba mais sobre a Academia de Música e o Concert Hall:

Edifício 1 – Academia de Música

A Academia de Música do Instituto Core será um verdadeiro palco para a cultura joinvilense, atendendo cerca de 400 alunos em seus quase seis mil metros. O ambiente irá contar com salas de estudo musical, espaços compatíveis à prática de diferentes instrumentos, equipamentos para aprendizagem à distância e auditório para a contemplação de espetáculos.

A ideia é que além das atividades curriculares, a escola receba grandes exposições, fomentando o intercâmbio de conhecimento com museus nacionais e internacionais.

Este ano, a acústica, a arquitetura e a engenharia da Academia de Música estão sendo definidas. O início das obras acontecerá em 2019, com entrega prevista para o ano de 2020.

Edifício 2 – Concert Hall

Inspirada nos melhores projetos já realizados no mundo, o segundo edifício comportará apresentações do circuito internacional de shows de orquestras, além de espetáculos do próprio Instituto Core de Música. O espaço interno terá capacidade para acolher até 700 espectadores. O projeto inclui ainda projetores em áreas externas para que mais de duas mil pessoas possam prestigiar as apresentações do lado de fora da estrutura, disseminando a cultura e arte.

O projeto conta com parceiros renomados mundialmente, a começar pela Nagata Acoustics, que é referência no mundo em arquitetura acústica tendo em seu portfólio espaços como a Philharmonie de Paris, New World Center Concert Hall, em Miami Beach, Walt Disney Concert Hall, em Los Angeles e a Elbphilharmonie de Hamburgo, na Alemanha.

O Instituto Core

O Instituto Core surgiu da cisão da Sociedade Educacional de Santa Catarina (Sociesc), em fevereiro de 2016. A entidade sem fins lucrativos herdou o compromisso da Sociesc e da Escola Técnica Tupy de atuar no desenvolvimento humano e econômico da comunidade. Desempenha projetos de aprimoramento da educação e de fomento à cultura, e mantém a Escola Internacional de Joinville. Apesar de ter nascido da cisão, o Instituto Core é independente e não tem mais vínculos com a UniSociesc.

A Escola Internacional de Joinville, que completa 10 anos,  já está construindo novas instalações. Serão 11.000 m² de salas de aula e laboratórios que estarão prontos para receber já no início de 2019 crianças e jovens que desfrutarão da melhor formação a nível mundial.

O Instituto Core de Música

Abriu as portas como um centro para formação profissional de musicistas de excelência. Seu objetivo é desenvolver talentos a partir dos quatro anos de idade, formando três orquestras de excelência: infantojuvenil (2020), jovem (2025) e filarmônica profissional (2030).

O plano de formação dos alunos tem duração de nove anos, onde serão preparados para aprimorar suas técnicas em universidades de referência no exterior, aproveitando a vivência internacional com musicistas inspiradores e retornando ao Brasil para compor a orquestra profissional e o corpo docente do Instituto, dando continuidade ao ciclo de formação de jovens talentos.

Assessoria de Imprensa:

Santa Cultura Comunicação Criativa

Sandra Moser e Taísa Rodrigues

sandra@santacultura.com.br/taisa@santacultura.com.br

facebook.com/santacultura

www.santacultura.com.br

Leia+:Adega Di Bacco e Garten Shopping apresentam a primeira edição Wine Day

cultura
Foto Divulgação
cultura
Foto Divulgação
cultura
Foto Divulgação

Rosilene Bejarano

Rosilene Bejarano,nascida em Corumba Ms Digital Influencer, blogueira revista eletrônica Coisas Do Sul, assino para as revistas Egonoticias de Balneário Camboriú, Top Society de Lages, Lithoral News de Itajaí. Palestrante com o tema (Estrutura familiar e mulheres na politica) recebi o titulo de Embaixadora da Paz em 2018, atualmente resido em Joinville Santa Catarina, cursando marketing digital,formada em Hotelaria e excelência em atendimento, sou a Vice presidente da Abramecom (Associação Brasileira de Colunistas Sociais e de Mídia Eletrônica) Recebi o premio internacional de imprensa empreendedora Dr Rey 2017. Premio destaque de Mídia Eletrônica SC da Revista Lithoral News, Premio destaque imprensa revelação SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar