Politica

Condutores de ambulância terão profissão regulamentada

Projeto de lei de autoria do deputado Valdir Colatto foi aprovado no Senado

O Plenário do Senado aprovou nesta quinta-feira (14) a regulamentação da profissão de condutor de ambulância. O projeto de lei é de autoria do deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC) e tem como principal objetivo a valorização destes profissionais.

Pelo projeto que regulamenta o exercício da atividade de condutor de ambulância (PLC 82/2017). O profissional deverá ser maior de 21 anos. Ter obtido ao menos o diploma de nível médio e ter a habilitação para condução de veículos nas categorias D ou E.

O condutor também deverá demonstrar haver recebido treinamento especializado e reciclagem em cursos específicos a cada cinco anos.

O condutor de ambulância faz parte de uma categoria diferenciada, não transporta objetos, mas sim pacientes debilitados. Necessita, portanto, de uma formação especializada para auxiliar a equipe de saúde. Temos que reconhecer e valorizar essa classe, completa Colatto.

Atuação de Colatto e Berger garante R$ 550 milhões para Santa Catarina

Com a aprovação do Orçamento de 2018, os parlamentares garantiram a destinação de recursos para municípios catarinenses

Santa Catarina foi contemplada com cerca de R$ 550 milhões em recursos previstos na proposta orçamentária de 2018 (PLN 20/17) aprovada pelo Congresso Nacional nesta semana.

Ou seja, pelo texto aprovado, o saldo negativo das contas públicas será um pouco inferior ao previsto inicialmente, gerando menos dívida para o governo. Para 2017, a meta também é de R$ 159 bilhões.

Design-sem-nome-3-9 Title category
Condutores de ambulância terão profissão regulamentada- Deputado Colatto e Senador Berger – Divulgação
Propostas do deputado Colatto

Em negociações feitas pelo deputado federal Valdir Colatto com o presidente da Comissão Mista de Orçamento, senador Dário Berger , tiveram destaque a destinação de R$ 30 milhões.

Para o Aeroporto de Chapecó, Serafin Enoss Bertaso e de R$ 25 milhões para a criação de Consórcio de Usinas Asfálticas nos municípios catarinenses.

Com a inclusão dessas previsões orçamentárias na proposta aprovada, o Aeroporto de Chapecó poderá receber melhorias.

Estamos destinando o recurso para que a prefeitura possa elaborar um projeto e executar as obras necessárias. O desenvolvimento da nossa região passa pelo aeroporto, comentou Colatto.

Os R$ 25 milhões destinados para a criação de consórcios de usinas asfálticas também serão importantes para facilitar a pavimentação de vias nos municípios.

Segundo Colatto com este recurso poderemos criar cerca de 8 consórcios intermunicipais. Nosso objetivo é viabilizar, em especial, o asfaltamento das vias rurais que possibilitarão o melhor escoamento.

Tags
Show More

Rodolfo Bracali

Nascido na Argentina, Rodolfo Bracali mora no Brasil a 17 anos, é Jornalista Digital. Atualmente seu interesse principal é a Notícia, especializado em Assessoria Gastronômica e Webdesign.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker